Reuniao_Conselho_site

A HABITAT organizou, no dia 13 de dezembro de 2013, a 29ª Reunião do seu Conselho Superior. São membros do Conselho Superior da HABITAT representantes, da Biominas Brasil, do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTES), do SEBRAE Minas, da Universidade Federal de Minas Gerais, da Prefeitura de Belo Horizonte e das empresas incubadas.

Participaram desta reunião o diretor presidente da Biominas Brasil, Eduardo Soares, a diretora da Biominas Brasil, Angélica Salles, o superintendente de Inovação da SECTES, José Luciano de Assis Pereira, o diretor de operações do SEBRAE Minas, Fábio Veras, o secretário municipal de planejamento, orçamento e informação, Leonardo Paolucci, o gerente de inovação e sustentabilidade do SEBRAE Minas, Anízio Dutra e o analista de projetos da Incubadora HABITAT, Rafael Silva.

Nesta reunião, por unanimidade, o diretor de operações do SEBRAE Minas, Fábio Veras, foi eleito presidente do Conselho. Veras destacou que “é uma satisfação assumir tal função e que fará o possível para contribuir com o trabalho já exitoso da HABITAT”.

A eleição de Veras como presidente do Conselho Superior institucionaliza e fortalece ainda mais a proximidade e parceria já existente entre a HABITAT e o SEBRAE Minas que desde os anos iniciais do programa de incubação.

História

A Incubadora HABITAT é resultado de um convênio de cooperação assinado em 1992 entre a Fundação Biominas, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (SECTMA), a Secretaria de Estado de Indústria, Mineração e Comércio, a Secretaria de Estado da Saúde, o Município de Belo Horizonte e a Universidade Federal de Minas Gerais.

Todos estes parceiros tiveram suas responsabilidades designadas pelo documento e respondem por uma cadeira do Conselho Superior da Incubadora ao qual, mais tarde, o SEBRAE Minas foi vinculado em reconhecimento ao apoio desta instituição durante os anos iniciais de operacionalização da incubadora e no financiamento de projetos via editais anuais consecutivos.

Hoje, o programa de incubação da HABITAT ainda é apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG), pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), pelo SEBRAE Nacional, pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação por meio do CNPQ e da FINEP e está associado à Rede Mineira de Inovação e à ANPROTEC.

Resultados em 2013

Durante a reunião, foram apresentados os principais resultados da incubadora HABITAT de 2013, dentre eles: a graduação de três empresas, a realização de um processo seletivo via edital com a aprovação de dois novos projetos, o acúmulo de 139,4 milhões de faturamento e de 20 milhões de impostos gerados pelas empresas enquanto incubadas (de 1997 ao 3º trimestre de 2013).