1Desenvolvido pela Biominas Brasil em parceria com o SEBRAE Minas, o “Diagnóstico do Setor de Biociências em Minas Gerais” teve como ponto central a análise do ambiente de inovação em Biociências no Estado, com enfoque na atuação das empresas.

Para tanto, a execução desse Estudo envolveu a identificação das empresas que compõem o setor em Minas Gerais e posterior aplicação de questionário aos gestores dessas companhias. Ao todo, foram identificadas 105 empresas que atendiam aos seguintes critérios: pertencer ao setor de Biociências, ser nacional e privada, estar ativa, ter sede em Minas Gerais e realizar atividades de pesquisa e desenvolvimento (informações adicionais encontram-se descritas no capítulo “Metodologia” do Diagnóstico do Setor de Biociências em Minas Gerais).

Em agradecimento à valiosa contribuição das 77 empresas que responderam à pesquisa que subsidiou o Estudo, foi desenvolvido o Diretório de Empresas de Biociências em Minas Gerais, como forma de contribuir para a divulgação dessas empresas e, consequentemente, para a interação entre os diversos agentes do setor.

Obs.: Algumas empresas participaram do Estudo como respondentes ao questionário, mas suas respostas não foram incluídas na análise por não se enquadrarem nos critérios estabelecidos (mais informações no capítulo “Metodologia” do Diagnóstico do Setor Biociências em Minas Gerais). Entretanto, essas empresas foram incluídas no Diretório de Empresas. Para fins do Estudo, foram consideradas 68 respostas válidas.

As páginas do documento apresentam um breve perfil das 57 empresas que aceitaram fazer parte do “Diretório de Empresas”, apresentando um resumo sobre suas atividades e informações de contato (a veracidade das informações apresentadas é de responsabilidade das empresas).

As empresas encontram-se organizadas de acordo com a área de atuação, a saber: Agronegócios, Meio Ambiente, Saúde Humana, Insumos ou Mista.

15272320823_7edb08ae10_bO Diagnóstico do Setor de Biociências em Minas Gerais, elaborado pela Biominas Brasil em parceria com o SEBRAE Minas apresenta um comparativo entre o ambiente de negócios do segmento de 2004 e de 2014. O estudo analisa quatro fatores essenciais na geração de um ambiente inovador nas empresas: estratégia de pesquisa e desenvolvimento e inovação; estabelecimento de parcerias; recursos financeiros para a inovação; políticas públicas voltadas para a inovação. Este Diagnóstico traz ainda conclusões que buscam orientar as discussões entre os principais agentes envolvidos e contribuir para o avanço e a consolidação do setor de Biociências em Minas Gerais.

O Diagnóstico do Setor de Biociências em Minas Gerais, assim como o Diretório de Empresas completos estão disponíveis para download gratuito no site da Biominas (www.biominas.org.br)