Nos últimos 28 anos, a Biominas Brasil tem sido uma observadora atenta da inovação em ciências da vida no Brasil, antes mesmo do termo tornar-se parte de agenda de governo, empresas, universidades e demais players. Pensando bem, nem o termo ciências da vida era utilizado no país. Nossos estudos a partir de 2001, utilizando parâmetros internacionais, nos levaram a incorporar este termo para significar um conjunto mais amplo de aplicações de técnicas biológicas em produtos e serviços, em comparação com as tecnologias de manipulação genética da biotecnologia.

Hoje, os tempos são outros. Nos últimos poucos anos, as startups se proliferaram em todas as áreas do conhecimento e vem ganhando destaque também em ciências da vida, notadamente em saúde humana (incluindo digital health) e agronegócios. Começam a surgir alguns cases de sucesso de startups, brotando de iniciativas e programas de aceleração que acontecem por todo o país. As universidades, amparadas por um novo ambiente legal para inovação, se abrem para permitir o empreendedorismo de seus pesquisadores e alunos. Grandes empresas e investidores anjo vem se aproximando das empresas inovadoras.

Acreditamos que este cenário positivo irá se manter, mas passará por um amadurecimento significativo nos próximos anos. Os esforços no financiamento a programas de aceleração e incubação serão avaliados criteriosamente quanto aos resultados alcançados; os investimentos também. Certamente serão realizados ajustes na jornada de muitas instituições, empresas e investidores, e, por consequência, as startups serão afetadas para o bem e para o mal.

Este cenário presente e futuro nos leva a adotar um novo posicionamento, com o objetivo de aprofundarmos nosso trabalho e contribuição aos nossos clientes, parceiros e ao próprio ecossistema de inovação em ciências da vida no país.

Este novo posicionamento é baseado em quatro eixos principais:

 

  1. ACADEMY. Educar pesquisadores e stakeholders em empreendedorismo e inovação é vital para a criação de novos ciclos de negócios de sucesso. Estabelecemos recentemente uma parceria chave com o Instituto Butantan para a criação de cursos e módulos de educação, disseminação de informações e formação de recursos humanos em saúde. Parcerias como esta serão ampliadas pela Biominas nos próximos anos.

  1. THINK TANK. Empresas de sucesso nascem e crescem a partir do acesso a informações confiáveis sobre seus mercados de atuação, permitindo a correta tomada de decisões estratégicas e operacionais. Desde 2001 produzimos os mais conceituados estudos sobre os mercados de biotecnologia e ciências da vida no país. Vamos buscar novos parceiros e fortalecer nossa posição como o think tank do setor.

 

  1. INNOVATION BUILDER. Impulsionar projetos e startups ao sucesso depende fundamentalmente do acesso a recursos diferenciados de gestão de negócios, network e infraestrutura. Com novos laboratórios internos de P&D&I, incluindo lab para produção em escala piloto, e parcerias com importantes instituições como IPT em São Paulo agregados a nossos programas de aceleração, a Biominas irá reforçar sua atuação na criação e crescimento de startups promissoras.

 

  1. CORPORATE. Grandes e médias empresas podem implantar estratégias de inovação corporativa e de relacionamento com startups para se transformar e crescer. Fortalecemos a atuação junto a grandes e médias empresas atuantes em inovação em ciências da vida, com a oferta de novos serviços customizados, desde a elaboração de estratégias de open innovation e corporate venture à condução de programas e iniciativas de relacionamento com startups.

O novo posicionamento, com seus quatro eixos principais, engloba uma série de iniciativas e serviços da BIOMINAS para o biênio 2019-2020, quando completaremos 30 anos de uma história de sucesso. Mais do que consolidar nossa posição como a melhor instituição de inovação em ciências do vida no Brasil, estamos certos que este posicionamento irá contribuir efetivamente para o sucesso de pessoas transformadoras da ciência de alto impacto em inovação para o desenvolvimento do país.