A BIO Latin America Conference, realizada nos dias 3 e 4 de setembro em São Paulo, reuniu mais de 670 especialistas de 28 países para discutir os principais temas do setor e mostrar a inovação em desenvolvimento na região.

SÃO PAULO, OUTUBRO 2019 – A quinta edição da BIO Latin America Conference proporcionou aos participantes atividades que fomentaram, ao mesmo tempo, o estabelecimento de vínculos profissionais e o desenvolvimento da indústria de ciências da vida na região latino-americano. O evento faz parte do portfólio global de conferências organizadas pela BIO para impulsionar a inovação e estimular o desenvolvimento de soluções para o setor nos temas mais importantes e atuais.

Sempre estruturada a partir das pesquisas mais atuais que projetam como o setor evoluirá nos próximos anos, a BIO Latin America 2019 focou em biotecnologias emergentes e seu potencial para solucionar problemas e transformar os serviços de saúde, incluindo temas como medicina personalizada, inteligência artificial e machine learning, juntamente com debates recentes sobre biodiversidade e o uso da cannabis para inovação em saúde.

Em um palco único que trouxe duas tracks simultâneas de painéis, permitindo que os participantes acompanhassem ao máximo todas as 16 sessões temáticas, os debates do evento também incluíram temas como cooperação internacional, corporate venture para biotecnologia e saúde, além da apresentação de tecnologias inovadoras e de histórias de sucesso sobre aceleração de startups na América Latina.

Ademais, 805 reuniões face-a-face agendadas através do sistema BIO One-on-One Partnering™ aconteceram durante o evento, promovendo parcerias e desenvolvimento de novos negócios entre atores estratégicos presentes no evento.

Eduardo Emrich, Diretor Presidente da Biominas Brasil, e Justin Pine, Diretor de Assuntos Internacionais da BIO, destacaram a oportunidade que o evento oferece para cooperação entre os diversos atores dos setores de biotecnologia e ciências da vida.

INICIATIVAS INOVADORAS

Com o objetivo de promover tecnologias inovadoras, a conferência também trouxe uma Arena de Inovação, com mais de 30 expositores, incluindo 24 startups aceleradas pela Biominas. Os participantes incluíram Janssen, Panarea Partners / Uruguai XXI, Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr), Alnylam, Synova Health, Fiocruz, Azidus, Dycem, Macrogen e Procelys.

A Arena de Inovação foi também o espaço de duas competições de startups: o “Demoday do BioStartup Academy – 1ª Turma”; e o “Startup Stadium”. Em cada competição, as 5 startups mais bem avaliadas de cada programa apresentaram seus pitches no palco do evento. A startup brasileira “YLive” – dedicada ao desenvolvimento de soluções biotecnológicas para nutrição animal, saúde e manipulação de microbiota – foi vitoriosa no “Demoday do BioStartup Academy – 1ª Turma”; e a startup porto-riquenha “Isla Pharmaceuticals” – que está desenvolvendo produtos para a prevenção e tratamento de doenças transmitidas por mosquitos (ex.: Dengue) – foi a vencedora do “Startup Stadium”.

LANÇAMENTO EXCLUSIVO DE ESTUDO

 “Life Sciences no Brasil – Impactos da Tecnologia e da Regulamentação no Setor”

Ainda no âmbito de sua programação, a BIO Latin America 2019 presenciou o lançamento de um importante estudo intitulado “Life Sciences no Brasil – Impactos da Tecnologia e da Regulamentação no Setor”, desenvolvido pela Deloitte em parceria com a Biominas e a BIO, que visou identificar dentre líderes de empresas brasileiras de ciências da vida, como o setor está se posicionando no Brasil em relação à evolução tecnológica que afeta as organizações, bem como como uma série de questões regulatórias emergentes.

A BIO Latin America Conference é fruto de uma parceria entre a Biominas Brasil e a Biotechnology Innovation Organization (BIO). A edição 2019 reuniu 676 representantes do setor de ciências da vida de mais de 353 empresas e de 28 países diferentes. O evento recebeu representantes do alto escalão de órgãos do governo brasileiro, como ANVISA, Apex-Brasil, BNDES, FINEP, INPI, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Ministério da Economia e Ministério da Saúde, bem como de associações nacionais do setor, incluindo ABIFINA, ABIMO, ABIQUIFI, ANAHP, ANPEI, ANPROTEC e INTERFARMA.

A conferência foi prestigiada ainda por importantes vizinhos latino-americanos, vindos dos principais mercados de ciências da vida da região (Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai). Os representes de cada um desses países tiveram a oportunidade de trocar experiências com atores de outras regiões, apresentando a realidade de seus mercados em busca de parceiros para o seu desenvolvimento e contínuo crescimento. O evento atraiu também a participação de representantes de outros países, de regiões como América do Norte, Europa e Ásia.

A BIO Latin America 2019 foi apoiada por importantes agentes privados e públicos, dentre eles a Janssen como patrocinadora PLATINUM; Novartis, Panarea Partners/Uruguay XXI, Pfizer e Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) como patrocinadores OURO; Amgen, Di Blasi Parente & Associados e Sanofi como patrocinadores PRATA; Global Innovation Policy Center (GIPC), MSD, Phytobios e Rede Brasil-Biotec como patrocinadores BRONZE; Alnylam, Biolab, Cells for Cells, Deloitte, Gilead, IFPMA, Kybora, FIEMG/BH Airport/Biotech Logística, Natura, Synova Health como patrocinadores CONFERENCE; Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) como Apoiador Institucional, e Nauweb como Official Digital Partner; além de outros parceiros de mídia relevantes para o sucesso do evento.

Para mais detalhes sobre a BIO Latin America Conference, como resultados, fotos e download de apresentações, acesse www.biolatinamerica.com. A BIO e a Biominas anunciarão em breve a data e o local da BIO Latin America 2020. Fique ligado!

 

SOBRE OS ORGANIZADORES

Biotechnology Innovation Organization (BIO)

A BIO é a maior associação comercial do mundo que representa empresas de biotecnologia, instituições acadêmicas, centros estaduais de biotecnologia, e organizações relacionadas em todo os Estados Unidos, e em mais de 30 outros países. Os membros da BIO estão envolvidos em pesquisa e desenvolvimento de inovações em saúde, agricultura, indústria e produtos de biotecnologia ambiental. A BIO também organiza a BIO International Convention, o maior encontro da indústria de biotecnologia do mundo, além de organizar outros eventos de partnering e investimento desta indústria ao redor do globo. Saiba mais em www.bio.org.

Biominas Brasil

A Biominas Brasil é uma instituição privada fundada em 1990, cuja missão é criar negócios de impacto em ciências da vida. A atuação da Biominas se dá a partir de 4 pilares fundamentais: Academy (criação de cursos e módulos de educação e formação de recursos humanos em saúde); Think Tank (produção de estudos conceituados sobre o mercado de ciências da vida no Brasil); Corporate (juntamente com grandes e médias empresas, trabalha para o estabelecimento de inovação corporativa e de relacionamento com startups); Innovation Builder (criação e desenvolvimento de startups promissoras). Estes pilares englobam uma série de iniciativas e serviços que consolidam a Biominas como a principal instituição de inovação em ciências da vida no Brasil. Para mais informações, acesse www.biominas.org.br.