Quando falamos de inovação em ciências da vida, e principalmente, quando analisamos o setor de saúde humana, percebemos que práticas de  open innovation não são apenas tendências, mas sim uma necessidade.

O ritmo acelerado da inovação pode resultar em tecnologias potencialmente disruptivas, produtos e serviços que oferecem oportunidades e riscos. Por isso, é fundamental acompanhar e avaliar inovações de  forma estruturada e sistemática. Neste contexto, a prospecção tecnológica pode ser vista como um instrumento de fomento à inovação para empresas adeptas à inovação aberta.

A prospecção tecnológica pode ser definida como um planejamento sistemático para mapeamento de desenvolvimentos científicos e tecnológicos futuros, capazes  de influenciar de forma significativa uma indústria, a economia ou a sociedade. Por meio de métodos quantitativos e qualitativos, os estudos de prospecção avaliam o  panorama atual de um determinado setor, identificando aspectos de tecnologias concorrentes e lacunas a serem preenchidas, onde é possível que determinada tecnologia ou suas variações sejam competitivas. Nesse sentido, esses estudos são  elementos-chave para o planejamento estratégico de uma empresa, direcionando escolhas e tomadas de decisão com alto potencial de sucesso.

 

Quer saber mais sobre prospecção tecnológica, acesse nosso ebook!