As PMEs que mais crescem no BrasilDesde 2006, a Deloitte em parceria com a Editora Abril, aponta as empresas emergentes que mais expandem seus negócios no Brasil. Isto é feito por meio da publicação anual da pesquisa “200 Pequenas e Médias Empresas (PME’s) que Mais Crescem no Brasil”.

Na pesquisa deste ano, temos o orgulho de dizer que uma das empresas que mais se destacou é de casa. A Invita Nutrição foi apontada como a segunda empresa PME que mais cresceu no Brasil e a primeira que mais cresceu na região do Sudeste.

A empresa é uma das empresas incubadas pela HABITAT, é resultado de mais de 30 anos de pesquisas e especializada no desenvolvimento de produtos destinados a pacientes com doenças e condições clínicas especiais, como, por exemplo, a alergia à proteína do leite de vaca.

Criada por um grupo de pesquisadores ligados à área de Ciência dos Alimentos, após o lançamento dos primeiros produtos em 2012, a Invita apresentou elevado crescimento comercial, fazendo com que saísse de uma condição pré-operacional para se tornar uma empresa em ascensão com crescimento anual de mais 700% entre 2012 e 2014.

Os segredos dos sócios para tal resultado podem estar na forte base científica da empresa que tem a inovação como uma de seus principais pilares e na resiliência para atuar em um mercado quase que monopolizado em que atuam poucas empresas, sendo que em alguns segmentos específicos apenas uma é exclusivamente dominante.

O caráter inovador dos projetos da Invita é demonstrado pelos recursos captados junto a agências de fomento que já somam mais de R$ 1,5 milhão e também pela capacidade de atração de investidores, uma vez que a empresa é investida pelo Fundo Criatec I.

Além da linha para nutrição clínica, a empresa tem diversificado o seu portfolio para segmentos diferentes de público. Neste sentido, lançou em 2014 o Proteo – Frosty Whey, um produto gelado que busca instituir uma nova categoria de produtos para atletas com objetivo de democratizar o uso do Whey Protein.

Outras perspectivas futuras da empresa dizem respeito à inovação radical em produtos para nutrição especializada a fim de expandir o mercado. Isso envolve o desenvolvimento de produtos customizados para atender a particularidades regionais e da população brasileira, além de incorporar nos produtos já comercializados tecnologias desenvolvidas internamente que visam gerar melhor qualidade tecnológica, sensitiva e maior conveniência aos pacientes.

Para o sócio Wendel Afonso, o reconhecimento alcançado na pesquisa não é ocasional e funciona como estímulo para buscar a primeira posição no futuro próximo. Para a Biominas Brasil, entidade gestora da Incubadora HABITAT, o ótimo desempenho da Invita demonstra o potencial de sucesso de negócios que nascem e são apoiados por incubadoras no Brasil e, sobretudo, comprova a possibilidade de construir negócios escaláveis em ciências da vida.

Confira o estudo completo em: http://www2.deloitte.com/content/dam/Deloitte/br/Documents/conteudos/pmes/PME2015.pdf