fbpx

Programa vinculado à UFMG faz parceria com Biominas Brasil

29

jun 2021

Por:biominas
Academy | Empreendedorismo | Negócios

O Escale-se tem aporte da Fapemig e vai aproximar pesquisas acadêmicas e mercado

Tecnologias devem resolver problemas, trazer maior qualidade de vida para as pessoas e otimizar processos, mas muitas vezes ficam estagnadas nos laboratórios. O Brasil tem um grande potencial com um trabalho de ponta feito nas universidades, mas apenas 6% das pesquisas desenvolvidas na UFMG, por exemplo, já chegaram ao mercado.

O Escale-se nasceu com o objetivo de suprir essa lacuna. O programa vai fomentar novos negócios de base tecnológica a partir de demandas da indústria e de pesquisas acadêmicas. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Escalab–Centro de Escalonamento de Tecnologias e Modelagem de Negócios, vinculado ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Midas (INCT Midas), e o hub de inovação da FIEMG (FiemgLab). Quem encabeça a iniciativa é Rochel Montero Lago, professor da UFMG conhecido por sua atuação nas áreas de inovação e empreendedorismo acadêmico.

“O programa faz parte de uma rica experiência já desenvolvida na UFMG e que visa conectar empresas e universidade. Como resultados, esperamos ver no mercado empresas mais inovadoras, com tecnologias que resolvem problemas e ampliam negócios”, destaca.

Com os recursos financeiros já aportados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e com a parceria da RHI Magnesita, o Programa teve 66 inscritos. Puderam participar do Escale-se estudantes de graduação, pós-graduação, professores ou pesquisadores vinculados a alguma instituição de ensino de Minas Gerais que atuam em áreas chamadas hard science, como Química, Física, Engenharia Química, Engenharia de Materiais, de Minas, Metalúrgica, Ambiental, entre outros. Os proponentes escolheram entre submeter uma tecnologia que vai solucionar desafios propostos pela mineradora RHI Magnesita ou optar por uma modalidade livre, não vinculada a essas demandas.

Agora, na fase de seleção, serão definidas de 10 a 15 tecnologias que passarão por uma fase de pré-aceleração, que vai contar com o apoio da Biominas Brasil! A parceria vai possibilitar aos participantes o acesso ao BioStartup Academy, um curso on-line completo com temas como inovação, empreendedorismo e desenvolvimento de negócios. O material foi produzido pela Biominas Academy. Além disso, essa fase ainda terá mentorias e consultorias para que as pesquisas sejam transformadas em possibilidades reais no mercado.

Após isso, de 2 a 5 equipes vão passar por avaliações e planejar a transferência da escala de bancada no laboratório para uma escala industrial, em maior quantidade. Ao final de todo o processo, o programa oferece até R$ 100.000 de aporte para o escalonamento da tecnologia vencedora! O Escale-se tem o apoio grandes parceiros: UFMG, Fapemig, RHI Magnesita, Sebrae, CTIT UFMG, INCT Midas, Escalab e Fiemglab.

Outras informações podem ser consultadas nas redes sociais(@escale_se) ou pelo site clicando aqui.

Não vai participar do programa mas tem interesse em inovação e empreendedorismo? Você também pode fazer o BioStartup Academy! Clique aqui e conheça

Sobre o Escalab

O Escalab é uma incubadora de escalonamento de tecnologias e modelagem de negócios, criada a partir da parceria entre a UFMG e o Centro de Inovação Tecnológica do Senai (CIT-SENAI). Realiza a modelagem de negócios, ou seja, uma avaliação de mercado, clientes e principalmente a validação do potencial daquela tecnologia em se transformar em algo viável.

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a newsletter e receba nossas novidades!

    Av. José Cândido da Silveira, 2100 - Horto, Belo Horizonte - MG, 31035 - 536

    +55 (31) 3303-0000

    biominas@biominas.org.br