O que é o pensamento crítico?

08

jun 2020

Por:biominas
Academy | Empreendedorismo | Eventos

Estamos o tempo todo pensando e tomando decisões, mas isso não quer dizer que estamos praticando pensamento crítico. O pensamento crítico é um pensamento autodisciplinado que tenta elevar seu raciocínio para o mais alto nível de qualidade e de forma justa. Em outras palavras, pensadores críticos verificam seu próprio pensamento quanto à exatidão, precisão, clareza, relevância, profundidade, amplitude, significado, lógica e justiça.

Pensar criticamente abrange uma pausa em outras atividades, para uma reflexão profunda acerca do problema em questão. Significa abordar o problema de diversos ângulos, usando argumentos diferentes para ser capaz de tomar uma decisão coerente. Compreende a capacidade de analisar um problema de forma distante e racional, ser imparcial para analisar algo criticamente.

De acordo com Helen Lee Bouygues, fundadora da Fundação Reboot, pensamento crítico é algo que deve ser aprendido e praticado. Não é algo natural que fazemos todos os dias, pois da forma que vivemos hoje não nos damos tempo de parar e pensar. Qualquer dúvida que temos, ao invés de refletir e obter nossas próprias respostas, recorremos ao Google para nos dar o que é senso comum na sociedade. De acordo com Helen, o contrário do pensamento crítico seria o pensamento seletivo, ou seja, o reforço do que já pensamos e cremos.

 

Mas como exercer o pensamento crítico?

  1. Questione suposições/premissas. Todos nós temos pré-concepções sobre o mundo que nos rodeia. Para praticar o pensamento crítico, tire um tempo para enxergar a situação com outros filtros que não os seus. É importante que faça este exercício para ter clareza do que quer e o que não quer. Além disso, você pode acabar encontrando argumentos válidos, opostos ao que você pensava inicialmente. 
  2. Pondere através da lógica. Pensar logicamente nos faz separar o racional do emocional. Liste os prós e contras de cada opção, sem se esquecer do contexto de cada situação. Tente se afastar do problema, vendo-o de forma macro, para ter insights valiosos. Seja factual e rígido sobre coletar dados para justificar porque você está fazendo o que está fazendo. 
  3. Diversifique o pensamento. Se rodeie de pessoas de áreas diferentes da sua, para refrescar as ideias e ter novas perspectivas. Isso também ajuda na execução do ponto 1, onde você também pode contar com a ajuda de uma pessoa externa ao problema, que possa argumentar contrariamente à sua premissa original.

 

O importante deste processo é tirar um tempo para parar e pensar. Para se distanciar do problema, pode ser necessário ocupar-se com outra atividade (faça uma caminhada, lave louças ou vá fazer uma pausa para o cafezinho).

O pensamento crítico não funciona apenas individualmente, mas também pode trazer benefícios para a sua equipe de trabalho. O objetivo é criar um ambiente para os funcionários terem diversidade de pensamento, mas também ser exposto a situações onde os colaboradores podem questionar o que estavam fazendo errado. O bom líder não adota o pensamento crítico apenas para si, mas também desafia seu time e ajuda-os a desafiar seu próprio modo de pensar ao mostrar exemplos (cases de sucesso) e gerar oportunidades para a diversidade de pensamento e, encorajando os funcionários a pensar diferente.

 

QUER SABER MAIS SOBRE PENSAMENTO CRÍTICO?

 

Uma especialista da University of Technology Sydney argumenta que os cientistas normalmente tem pensamento crítico mais desenvolvido, pois contestamos nossas hipóteses. Ou seja, ao elaborar um experimento, criamos o que é chamado de hipótese nula, aquela que contém a afirmação que pensamos ser falsa. Ao confrontarmos os fatos que pensamos ser verdadeiros, a hipótese nula nos dá a oportunidade de pensar no problema com um olhar contrário ao que acreditamos. Além disso, lidamos com os outliers, aqueles conjuntos de dados que se comportaram de forma diferente do restante. Será que tais observações são de fato outliers, ou podem ser outro fenômeno que estamos observando? É mais uma oportunidade de exercitar o pensamento crítico e averiguar aquilo que vemos.

Por fim, como podemos melhorar o nosso pensamento crítico? O ponto principal é a curiosidade. Pergunte, se desafie: “e se eu fizesse algo diferente do que estou fazendo agora? Quais resultados obteria? Como seria a realidade se eu tomasse essa decisão?”

O pensamento crítico faz com que argumentemos melhor, pois nos dá embasamento para discutir com outras pessoas e expressar nosso ponto de vista. Ele também nos ajuda a julgar se o que as pessoas te dizem faz sentido, se tem embasamento e evidências. Pensar criticamente é não aceitar qualquer coisa que te dizem, e sim desafiar o que é dito para chegar às suas próprias conclusões.

 

Este texto é uma análise crítica baseada nos seguintes episódios de podcast: Improve your critical thinking at work (HBR ideacast); Sua equipe tem pensamento crítico? (Podcast IOB News); Critically thinking about critical thinking (Scigasm)

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a newletter e receba nossas novidades!

Av. José Cândido da Silveira, 2100 - Horto, Belo Horizonte - MG, 31035 - 536

+55 (31) 3303-0000

biominas@biominas.org.br