Covid-19: durante, depois e como isso influencia na sua vida profissional

12

Maio 2020

Por:biominas
Empreendedorismo | Opinião

É impossível ignorar a crise que vivemos hoje com o novo coronavírus. Ela permeia a saúde, as relações pessoais, a forma em que trabalhamos e a economia mundial. 

 

Pois é, a vida pós Covid-19 não será a mesma. Mas será que isso é necessariamente algo negativo? Durante a pandemia, a maioria das pessoas que pode trabalhar remotamente está adotando essa forma de trabalho. Com isso, a vida profissional e a pessoal começam a se misturar um pouco. Afinal, você está em casa trabalhando, mas tem uma família convivendo com você, as tarefas domésticas a realizar, o projeto pessoal de se manter firme nos exercícios físicos… 

A flexibilização do modelo de trabalho costumava ser algo negativo: aqueles que abriam mão de trabalhar integralmente para trabalhar meio-período por motivos pessoais dificilmente se recuperavam profissionalmente. Eram vistos como menos produtivos do que os demais, de forma a se tornarem menos prováveis a ganhar uma promoção, por exemplo. Agora, enquanto por um lado temos a questão pessoal em jogo, por outro entram técnicas de aumento de produtividade para compensar a distração de se estar em casa.

No contexto de coronavírus, o modelo de trabalho intensivo com o qual estamos acostumados faz menos sentido. Começamos a questionar o modelo de trabalho de 8h ou mais por dia para dar mais valor ao tempo com a família. Agora é o tempo das empresas pararem e reconsiderar quais diretrizes de trabalho existem puramente por convenção, e quais fazem real sentido. No momento em que vivemos, empregadores estão percebendo que seus funcionários não conseguem performar bem sem acomodar seus projetos pessoais e suas responsabilidades familiares em suas vidas.

 

Estávamos na busca pela perfeição. Mas em uma crise, quando a realidade muda dia-a-dia, quando não há maneira de saber certamente o que acontecerá ou o melhor curso de ação a se tomar, não existe tempo para a perfeição.

 

E quando digo perfeição, não me refiro somente ao nosso modo de trabalho, presencial versus online. Digo sobre o mindset que devemos adotar: o bom e velho “feito é melhor do que perfeito”. É claro que não devemos ignorar normas e regulações da nossa área, mas ao adotarmos uma postura mais ágil e um pouco menos acadêmica nas tarefas do dia-a-dia, conseguiremos resultados significativos em tempo hábil para ajudar a sociedade com nossas soluções biotecnológicas. As metodologias ágeis vêm para ajudar a ter o equilíbrio entre rapidez e precisão nas pesquisas e projetos, como por exemplo utilizar os fast tracks que a ANVISA está disponibilizando para novos produtos, terapias e dispositivos em tempos de crise.

Para aproveitar melhor o tempo que temos para trabalhar em casa, podemos usar algumas técnicas de alta performance. Desta forma, nos sobra tempo para realizar os projetos pessoais sem culpa. Veja 4 maneiras de ser um profissional de alta performance:

 

  1. Trabalhe em um cômodo separado da casa. Se possível, fique recluso em um cômodo silencioso, com mesa e cadeira confortáveis e luz natural. Um ambiente organizado nos ajuda a concentrar e acalmar a mente para realizar as tarefas do trabalho.
  2. Use técnicas de concentração para otimizar seu tempo. A técnica pomodoro é bem conhecida e gera resultados reais. Consiste em dividir o tempo em períodos de 25min de trabalho ininterrupto, seguidos de 5min de descanso. Os tempos podem ser adaptados de acordo com o seu ritmo de trabalho.
  3. Faça a gestão de interrupções. Tranque a porta, feche o email, coloque o celular no silencioso e fora do seu alcance quando for se concentrar em uma tarefa. Use os intervalos do pomodoro ou pausa entre atividades para ficar a par do que aconteceu naquele período. Quase nada é tão urgente que não possa esperar meia hora para ser resolvido.
  4. Use o método Get Things Done: Get Things Done (GTD) é um método de gerenciamento de ações descrito no livro do consultor em produtividade David Allen, atualmente difundido entre empreendedores e profissionais que buscam uma maior produtividade. O método se baseia na construção de 5 hábitos aplicados no dia-a-dia para alcançar mais resultados. São eles:
    1. Coletar
    2. Processar e esclarecer
    3. Organizar
    4. Revisar e refletir
    5. Fazer

Para saber mais sobre este método, acesse: https://escolaconquer.com.br/metodo-gtd/

 

Esperamos que este texto tenha ajudado você, que está em casa trabalhando na quarentena, a repensar as relações e modelos de trabalho que tínhamos como padrão. Também queremos que você se torne mais produtivo ao conhecer técnicas que permitem um maior equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

 

* Este é um texto de opinião baseado em uma curadoria de conteúdo de artigos publicados na Harvard Business Review: “Perfectionism will slow you down in a crisis” e “What will work life balance look like after the pandemic”. 

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a newletter e receba nossas novidades!

Av. José Cândido da Silveira, 2100 - Horto, Belo Horizonte - MG, 31035 - 536

+55 (31) 3303-0000

biominas@biominas.org.br